terça-feira, 3 de janeiro de 2012

– Como chama mesmo?

– Achachairu.
– Chacha o quê?
– Achachairu, com "a" antes do "cha".

É isto mesmo, gente, é exatamente isto que você acabou de ler. A frutinha que conhecemos na fazenda que eu não tinha a minúscula ideia que existisse. Andrea chegou com uma sacola cheia e começou a cortar pacientemente uma por uma, até que todos pudessem experimentar.

– É boliviana esta fruta. Trouxe da casa da vó do Guiga.
– Sério? Que legal! Boliviana, a Chuchuirá?
– É Achachairu, com "a" antes do "cha".



E nós todos nos encantamos com a frutinha. A casca é dura - parece que tem uma outra variedade de casca molinha, que também se come - boa de partir com a faca. Aberta, expõe esta polpa branquinha, de textura interessante e docinha que só. Dá pra comer sozinha um saco inteiro. O gosto? Discutimos, palpitamos, mas nenhuma conclusão. Virou um misto de jabuticaba, jambo e bacuri. Pra mim? Gosto de achachairu mesmo. Ou tchutchucão, ou pikachu, que foram todos nomes que demos para ela.

Pelo que andei lendo, lá na Bolívia tem até festa quando está na época. E se faz doce, geléia e tudo mais. Mas não precisa. É boa demais se comendo do jeitinho que é.

E você? Já conhecia esta frutinha? Conhece outra tão diferente quanto?


4 comentários:

Maria Fernanda disse...

Já estive na Bolívia duas vezes e sem a felicidade de conhecer esta fruta. Quando for de novo na fazenda traz umas sementes que vou tentar fazer mudas! bjs

Laura D. disse...

Trago sim! Também fiquei doida pra plantar, ai ai se eu tivesse um jardim!!! Beijossss

Ricardo Mesquita disse...

É, D. Laura, ou Laura D., também quero sementes :) Tava relendo esse post e lembrei: Minha mãe vai adorar ... se sobrar pra gente capaz até de gostarmos também, hehehe Beijo!

Laurinha disse...

Vamos procurar estas sementes, gente! Quem conseguir primeiro avisa!!! Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...