quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Cheiro-verde

Já deve fazer uns bons seis anos que estive em São Paulo fazendo um curso de horta em casa. O curso era promovido pela Livraria Mille Foglie, uma lojinha fofíssima que ficava nos Jardins mas que - puxa vida - fechou temporariamente...
O curso ensinava a gente a montar a nossa própria jardineira, dando dicas de drenagem, quais ervas combinavam entre si - foi lá que aprendi que a hortelã é egoísta e não divide seu vaso com ninguém... - e ainda ensinava algumas ótimas receitas. Foi lá também que me apaixonei pela sálvia, uma ervinha digestiva com sabor super particular e delicioso...
Na época ainda morava com mamã, e aproveitei seu super jardim para fazer uma mega horta. Plantei manjericão normal, gigante e roxo, salsinha normal e crespa, coentro, nirá (este cresceu que nem mato!), cebolinha e ciboulette, tomilho, sálvia, orégano, manjerona, alecrim (este virou um arbusto!), pimenta dedo-de-moça, erva cidreira.... ai, será que esqueci algum?!
E era uma terapia colocar a mão na terra, procurar as lagartinhas que insistiam em comer as minhas folhas, e acompanhar cada novo brotinho, cada nova flor, cada pimentinha mudando de cor. Uma delícia...
Aí mudei para o ap, a minha horta morreu - sim, minha gente, abandonei a bichinha... - e comecei tudo outra vez. Novas jardineiras e folhas fresquinhas para as aventuras culinárias!
É super possível ter a sua hortinha mesmo em espaços pequenos, a única exigência é ter sol pelo menos umas quatro horas diárias, senão as suas folhinhas não vão ter gosto nenhum...

E durante a minha estada londrina não pude deixar de reparar que lá eles também cultivam suas ervinhas em casa. A casa até pode ser petitinha, mas cheia de jardineiras e vasinhos! Olha que graça:




Até tomate! Viu só?!
E para você também animar a fazer a sua, encontrei um vídeo que ensina a montar a jardineira com drenagem exatamente como aprendi na Mille Foglie. Olha como é fácil:



Ter a sua própria hortinha, além de salvar uma receitinha de última hora, ainda embeleza a casa e a enche de vida. Quem pode não gostar muito é a sua "profissional do lar"... a minha quando chegou na varanda do nosso ap no dia que levei as jardineiras logo se posicionou: "ai meu Deus, agora ela inventou de ter uma horta..."!

6 comentários:

Andrea Gama disse...

Excelente, como sempre seu blog cheio de dicas bacanas!!
Saudades! Bjs

Renata disse...

Sempre encontro por aqui um boa dica!

Uma vez eeu vi na tv como fazer uma horta em garrafas pet, e não precisava de espaço no chão, era tudo na parede mesmo, uma garrafa amarrada na outra, pena que não lembro onde eu vi..

um Beijo :)

Telma disse...

Maninha, que saudade! Adorei as janelas londrinas com hortas suspensas! Você é muito observadora e sensível para notar esse detalhe! Aqui estou cuidando da sua com muito carinho, mas acho que as plantinhas estão sentindo sua falta. Mas a pergunta que nao quer calar: e a cunhada e o espanhol oficializaram?! Beijos e volta logo

Laura D. disse...

Andrea, muito obrigada querida!
Renata, esta reportagem eu não vi... será que achamos na net?
Telminha, muitas saudades também! Cuidados redobrados na hortinha quando eu chegar!!!
Beijos em todas, meninas!

Angi disse...

Laura,
muito legal, mas aqui no apê só tenho uma hortelã, e uns vazinhos de flores.
É tão difícil, não pega muita luz e não pode colocar na janela, que o condomínio multa, já viu?
Olha,mas com certeza é uma terapia, quero morar num sítio!rs
beijos
e estou participando do sorteio pela minha mãe, tudo bem?ela mora em brasília!
Angi

Laura D. disse...

Claaaro, Angi! Que delícia você no sorteio!!! Beijão!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...